brilho
Brilho eterno de uma mente sem lembranças
16 de novembro de 2017
Capa
#PontoCego – O que é o código A113?
22 de novembro de 2017
Exibir tudo
01

Foto: Divulgação Cinesala

Na década de 70, São Paulo contava com inúmeros cinemas de rua. Com o surgimento dos shoppings centers, aos poucos, eles foram perdendo seu lugar na cidade.  Porém, vale a pena conferir a programação diferenciada que eles oferecem. A WHIZ selecionou alguns dos mais famosos para vocês, que cansaram da mesmice dos cinemas de shopping.

 BELAS ARTES

Localizado na R. Consolação, 2423, foi inaugurado em 1967. É dividido em 6 salas que levam nomes de artistas brasileiros: Villa-Lobos, Carmen Miranda, Cândido Portinari, Aleijadinho, Oscar Niemayer e Mario de Andrade. Em 2011 teve suas portas fechadas apesar das 90 mil assinaturas contra o fechamento do cinema. 3 anos depois a reabertura foi viabilizada pela prefeitura e pela Caixa Econômica Federal.

CINEARTE

O cinema discreto fica dentro do Conjunto Nacional. É aconchegante, conta com 2 salas: uma ampla e a outra menor.

RESERVA CULTURAL

No meio do caos da Avenida Paulista, escondida embaixo da Fundação Cásper Líbero temos a Reserva Cultural: um complexo diferenciado que funciona lá desde 2005. Além das 4 salas de cinema, também há um café, uma bomboniere, uma livraria e um lobby, que recebe exposições e eventos e também funciona como um lounge para os frequentadores do cinema.

CINESALA

Um dos cantinhos mais aconchegantes da Rua Fradique Coutinho funciona como cinema de rua desde 1962. Além da programação que foge totalmente do padrão, o grande diferencial do cinema são as poltronas: nas duas salas há poltronas comuns, sofás individuais e sofás duplos. Os preços variam de 10 reais (poltrona, meia entrada de segunda feira) até 80 (sofá duplo inteira, de quinta a domingo).

ESPAÇO ITAÚ – RUA AUGUSTA

Entre os restaurantes e bares do baixo augusta, encontramos o Espaço Itaú de Cinema. Inaugurado há 23 anos, essa unidade foi a primeira da rede. Aqui, a programação é um pouco diferente: apesar de exibir filmes autorais e alternativos, também há a possibilidade de assistir um blockbuster hollywoodiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *