Sense8
Série sucesso na Netflix é importante para viver na era Trump
3 de maio de 2017
vigie aqui
Vigie Aqui, a nova forma de conhecer os políticos no Brasil
4 de maio de 2017
Exibir tudo
groot 2

Lançamento da Marvel explicita interação entre protagonistas e traz os mesmos aspectos do primeiro filme da franquia

Chegando para dar continuação ao sucesso de quase 800 milhões de dólares de Guardiões da Galáxia, a Marvel decidiu que em time que está ganhando não se mexe e trouxe uma fórmula bastante parecida em Volume 2.

O mesmo diretor do primeiro filme, James Gunn buscou dar ainda mais destaque ao humor de cada personagem e nas relações entre elas, além de fortalecer o carro chefe da franquia: a trilha sonora. Nomes como Fletwood Mac, Looking Glass, Cat Stevens e Sam Cooke compõem a awesome mix do segundo filme. Duas canções ganham maior relevância: “Brady You’re a Fine Girl” do Looking Glass e “My Sweet Lord” de George Harrison, sendo apresentadas em momentos específicos para coincidir com as situações da trama.

As personagens principais também ganham um desenvolvimento em suas personalidades, e a relação entre Gomora e sua irmã Nebulosa é estreitada. O romance entre Peter Quill e Gomora também fica mais explícito, assim como o relacionamento entre Peter e Rocket, que sofre algumas dificuldades devido às fortes personalidades de ambos.

O destaque a Groot no longa traz a dose de fofura necessária para atrair o público. Logo na segunda sequência do filme, a qual o grupo protagonista luta contra uma fera galáctica, Groot aparece dançando enquanto o caos se instala ao seu lado. A pequena planta parece ser a mascote dos amigos e tem a preocupação de cada um deles nas partes mais tensas do filme.

Talvez o principal objetivo da obra seja demonstrar a interação entre os membros de uma família um pouco desajustada, mas que se encaixa de alguma forma. É nessa continuação que a paternidade de Quill é revelada e como se dá essa descoberta, que, como já é de se esperar em uma trama hollywoodiana, põe todos os outros relacionamentos em cheque. É também nessa fase da história que há a cena que talvez possa ser considerada a mais emocional da franquia, provando que Gunn consegue transitar entre o universo cômico e dramático sem perder a essência.

Mesmo o elenco original protagonizando as cenas, algumas participações especiais ganham relevância do público. Kurt Russel interpretando Ego, Sylvester Stallone como Stakar e Pam Klementieff como Mantis conquistam a audiência e levam as interações entre as personagens a um outro nível.

Ainda são feitas algumas referências a aspectos da cultura pop mundial, como a aparição do Pac Man, além de citações a clássicos como Mary Poppins. Foram incluídos também algumas referências a outros filmes da Marvel, como ao citar os planetas Berhet e Contraxia, existente nos quadrinhos há anos, assim como algumas outras personalidades intergalácticas apresentadas em outros filmes e quadrinhos da companhia.

Outra particularidade da Guardiões da Galáxia Volume 2, e talvez a que mais tenha conquistado o público, é que foram incluídas cinco cenas extras. Tanto durante os créditos, quanto depois. Esse é mais um motivo para você não deixar de conferir esse lançamento.

Maria Clara Galeano
Maria Clara Galeano
18 anos, Jundiaí, SP. Libriana, ansiosa e apaixonada por livros e séries. Amo moda e sonho com o dia que terei o trabalho de Andrea Sachs de “O Diabo Veste Prada”. Gosto de me desafiar e procuro viver cada dia de forma única.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *