ginástica-rítmica
Os heróis do esporte
18 de agosto de 2016
barreiras invisíveis
Barreiras invisíveis ultrapassadas pelo esporte
19 de agosto de 2016
Exibir tudo
Menino Sirio

Novo bombardeio acontece na Síria e o resgate de Omran Daqneesh comove a internet

Imagens de um menino resgatado com vida na quarta-feira (17), feitas pelo grupo opositor sírio Aleppo Media Center (AMC), foi divulgada pela agência Associated Press hoje, quinta (18). Sob os escombros de um edifício, o menino foi alvo de um bombardeio aéreo que ocorreu em Aleppo, Síria.

Omran Daqneesh, 5 anos, aparece no vídeo coberto de pó e com a cabeça sangrando, é levado para dentro da ambulância, aparentemente atordoado. Ele teve ferimentos na cabeça, mas passa bem, hoje cedo recebeu alta do hospital. Outras crianças e adultos também foram resgatados.

Dividida entre o oeste, controlado pelo governo, e o leste, dominado por rebeldes, a cidade é palco de uma disputa sangrenta que já dura quatro anos. Os ataques tiveram como alvo os “grupos terroristas”, no entanto, cerca de 30 civis e 19 rebeldes morreram nos bombardeios aéreos de terça-feira na cidade. A maioria dos civis morreram nos distritos de Al Sajur e Tariq Al Bab, no leste da cidade, que são controlados pela oposição armada, onde dezenas de pessoas também ficaram feridas.

Segundo a Unicef, cerca de 100 mil crianças vivem em áreas sob controle rebelde em Aleppo. Em um relatório publicado em março, há uma estimativa de que cerca de 3,7 milhões de crianças – uma em cada três no país – não conhecem outra realidade além do conflito que já dura cinco anos.

Enviado pela ONU, Staffan de Mistura, estima que 400 mil pessoas tenham morrido no conflito sírio. Centenas de pessoas, só nas últimas semanas em Aleppo.

Sabemos que este não foi o primeiro e não será o último bombardeio, enquanto isso crianças como Omran estão crescendo em meio à guerra, se tornando refém de uma geração triste e que constantemente corre risco de morte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *