Todos Podem Ser Frida: de exposição à livro

bruno mars divulgação
Os principais shows no Brasil no segundo semestre de 2017
25 de maio de 2017
hareburger
O primeiro fast food vegetariano do mundo vai abrir as portas em São Paulo
28 de maio de 2017
Exibir tudo
211545_1

Projeto que visa a desconstrução de gêneros conta com financiamento coletivo para virar livro

Em 2012, a artista visual e fotógrafa Camila Fontenele de Miranda desenvolveu o projeto “Todos Podem ser Frida”. A proposta, que faz referência à auto aceitação, às diferenças e questões de gênero viraram temas de intervenções e exposições de grande sucesso pelo Brasil e pelo mundo, e a artista tem como objetivo atual transformar o projeto em livro.

A publicação vai mostrar o processo de idealização, os ensaios, a importância da desconstrução do gênero e a inversão de papéis entre homens e mulheres. Além disso, a obra revela as conexões entre a arte da pintora mexicana e o comportamento social e afirma a enorme presença de Frida no contexto atual e no interior de cada um.

O impresso, que tem como objetivo criar uma ponte entre o projeto e o público, conta com um financiamento coletivo para tornar o sonho real. A contribuição não possui um valor fechado, são fornecidas diversas opções e o apoiador escolhe aquela que se encaixa melhor ao seu orçamento e, como forma de agradecimento, recebe brindes como canecas, cadernos, postais ou até o próprio livro impresso.

O financiamento pode ser feito através do site www.catarse.me/todospodemserfrida

Grazielly Coelho
Grazielly Coelho
19 anos, Jundiaí, SP. Nascida em São Paulo e apaixonada por tudo que o jornalismo oferece, acredito que cada detalhe da vida seja o começo de uma nova história. Sonho em viajar pelo mundo em busca de conhecimentos, sonhos e oportunidades únicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *